One More Time

No segundo dia da feira de games E3, realizada em junho em Los Angeles, o designer de jogos da Nintendo Eiji Aonuma anunciou um novo título para a série The Legend of Zelda — minha favorita desde que descobri o Majora’s Mask no Nintendo 64. Exclusivo para o console Wii U, o game ainda sem nome definido deve ser lançado em 2015.

Aonuma exibiu um vídeo curto do jogo (veja abaixo) que mostra o herói Link, montado sobre sua égua Epona, tentando derrotar um inimigo robótico que aparentemente pode explodir tudo o que lhe vem à frente.

Mas os traços do personagem no traje azul levantaram uma dúvida: e se ele não for o Link? Questionado sobre o design do herói no teaser, Aonuma, que é produtor da saga, afirmou a um repórter do VentureBeat o seguinte: “Ninguém disse explicitamente que aquele era o Link”.

É claro que isso mexeu com os fãs. Realizando uma busca rápida no Twitter, dava para ver que passou pela cabeça de muita gente a possibilidade — intensificada pela declaração do designer japonês — de o vídeo mostrar, na verdade, uma reencarnação feminina do Link.

Veja bem, a história da série é baseada em reencarnações: cada título é estrelado por um Link, mas cada Link é um personagem diferente. Embora sejam parecidos, eles são “outras versões” de um antigo herói, que certa vez salvou o mundo das trevas. Por isso essa não é uma hipótese tão surreal.

Confesso que, quando o vi o teaser pela primeira vez, no momento em que o personagem encapuzado se livra do manto que o esconde, imaginei que fosse a princesa Zelda — o principal interesse amoroso de Link e a donzela a ser resgatada na maioria dos games da série.

“Uau. Não estou acreditando”, pensei. Meus olhos, brilhando. “A Nintendo finalmente vai colocá-la como protagonista.” Fiquei incrivelmente animado, tanto quanto o roteirista de Borderlands 2:

“Ah, cara, quando o Link tirou a capa, pensei por um segundo
que era a Zelda, e meu coração parou de tanta alegria.”

Mas Aonuma destruiu nossos sonhos um dia depois, ao confirmar para o site australiano MMGN que o herói exibido no trailer era, de fato, o Link. Segundo o produtor, sua afirmação anterior fora uma brincadeira tirada do contexto.

Talvez agora, com toda a visibilidade que esse debate ganhou, a Nintendo considere, no futuro, fazer um título com uma reencarnação feminina do Link. Ou até mesmo tornar a princesa Zelda protagonista de uma aventura épica da série.

Meus dedos estão cruzados.

Author: Sheri

I help people make beautiful websites they love on WordPress.com. I can often be found speaking at WordCamps, skiing the Rockies, kayaking the Adirondacks, biking the Wasatch Range, or exploring the world.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s